domingo, 20 de março de 2016

QUEM É FIÉL NO POUCO, TAMBÉM É FIÉL NO MUITO, E QUEM É DESONESTO NO POUCO, TAMBÉM É DESONESTO NO MUITO” - Lucas 16:10

 
Muitas pessoas pedem honestidade aos políticos. Mas, elas mesmas não são honestas onde trabalham, estudam ou vivem. Na primeira oportunidade levam objetos que não lhe pertencem. Compram e não pagam. Emprestam e não devolvem. Se recebem troco a mais, não devolvem. Se lhe oferecem propina, aceitam. Saqueiam caminhão que tomba ou se acidenta. Há quem rouba indiretamente, quando compra produtos roubados. Daí, alguém diz:
- MAS OS POLÍTICOS ROUBAM MILHÕES OU BILHÕES.
Mas, se não podemos confiar um objeto de pouco valor a esta pessoa, será que podemos confiar algo de grande valor? Quem não é fiél no pouco, será fiél no muito? A tentação não é maior? Qual a diferença em roubar milhões e um pote de manteiga? O valor do objeto roubado, mas o delito é o mesmo. Será que, quem rouba um pote de manteiga só não rouba milhões porque não tem acesso? E quando não somos fiél nas mínimas coisas que Jesus nos pede, como seremos nas grandiosas? Repensemos nossas ações, precisamos ser exemplo para nossos filhos. Eles são o futuro do país e consequentemente, os futuros profissionais: políticos, engenheiros, professores, etc. Pensemos nisso!

Rudymara

 
 
 
 
 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário